Centro de Tratamento de Hérnias Porto Alegre

Atendimento : De segunda a sexta das 8h às 18h
  Telefone : (51) 3224.7307

Tratamento

TRATAMENTO

O único tratamento capaz de corrigir uma hérnia é a cirurgia. Atualmente, os reparos cirúrgicos são, na maioria das vezes, fáceis e de rápida recuperação.

Objetivos da correção cirúrgica:
Reparar a hérnia com o mínimo de desconforto pós-operatório;
Propiciar a menor taxa de recorrência possível;
Proporcionar ao paciente o retorno a suas atividades normais, o mais breve possível.

Existem diversas técnicas de reparo para os mais variados tipos de hérnia. Nossa equipe esta a disposição para ajuda-lo a compreender todas as opções e ajudá-lo a decidir qual método cirúrgico é o mais adequado.

 

Clique nas imagens para Ampliar

Tipo de Anestesia
Dependendo do tamanho da hérnia e sua localização, o procedimento pode ser realizado apenas com anestesia local e sedação, possibilitando alta hospitalar no mesmo dia. No entanto, hérnias maiores e mais complexas podem exigir anestesia geral e internação hospitalar por mais tempo.

 

Tipos de Cirurgia

Reparo sem tensão (uso de tela para reforço)
Para correção do defeito herniário, uma tela é utilizada para reforçar a área de fragilidade muscular.
A tela é feita de um material flexível que permanece no abdome e se integra aos tecidos do próprio paciente.
Existem diferentes tipos de tela, incluindo próteses planas, tridimensionais, plugues e parcialmente absorvíveis. A colocação da tela é realizada através de uma pequena incisão (aproximadamente 4 cm), podendo ser um pouco maior em pacientes com obesidade ou hérnias volumosas.


Reparo por videolaparoscopia
Muitas hérnias podem ser corrigidas usando um procedimento minimamente invasivo. A herniorrafia laparoscópica envolve a inserção de uma câmera e instrumentos delicados, através de pequenas incisões no abdômen por meio do qual o cirurgião é capaz de visualizar e realizar o procedimento. Neste tipo de cirurgia também é utilizado a tela para reforço. Além disso, incisões menores significam menos desconforto após a cirurgia, pouca ou nenhuma cicatriz e um retorno rápido às atividades normais.

Recuperação e retorno as atividades
Atividades profissionais que não necessitem de esforço físico podem ser realizadas após três dias, como trabalhos de mesa, computador, telefone… Dirigir automóveis em uma semana. Atividades físicas mais intensas podem ter que aguardar de 15 a 30 dias e devem ser reiniciadas de forma gradual.
Estas estimativas são para hérnias pequenas e sem complicações. Cada caso deve ser discutido e individualizado junto ao cirurgião.